logo

(A) gosto / Sabores e dissabores da vida

imagem de Jonh Alexander por Pixabay

“Sabores e dissabores, fazem parte do tempero da vida”. Elanklever

Agosto é um mês que muitas pessoas não gostam e dizem que é o mês do desgosto. Acredito que são pessoas que têm mais dissabores (sofrimento) do que sabores (prazer) em suas vidas…São pessoa amargas, que não conhecem (ou não consideram)a doçura da vida.

Agosto é um mês como outro qualquer.  Podem ocorrer tragédias e coisas boas no mundo, em geral e na vida de cada um, particularmente.

A vida é feita de “altos e baixos”, ou seja, de sabores e dissabores e isto que a torna interessante; principalmente porque temos que contar com o acaso, que pode vir com coisas boas (saborosas) e/ou ruins (sem sabor). A questão é como lidamos com sabores e os dissabores da vida.

Ao pensar nos sabores e dissabores da vida me lembro da fala de FREUD, no livro “Mal Estar da Civilização”. Ele diz que as pessoas vivem mais para EVITAR O SOFRIMENTO do que para BUSCAR O PRAZER. Este vai ser um dos temas abordados neste mês.

Vai ser publicado, também, um texto que é, segundo o autor, Rogério Niffineggerf, uma PODEROSA ORAÇÃO para desatar os nós transgeracionais, ou seja os dissabores que são transmitidos e  se repetem de geração em geração.

E na categoria”Poemas, Poesias e Prosa em destaque” apresentamos os pensamentos de:

Charles Chaplin e Clarice Linspector

n

n



Deixe uma resposta