logo
Poema, Poesias e Prosas em destaque

CONSCIÊNCIA NEGRA LEMBRA MARIA MARIA

[embed]https://www.youtube.com/watch?v=lHIGhkrdOeU[/embed] Maria, Maria/ MILTON NASCIMENTO MARIA, MARIA É um dom, uma certa magia             Mas é preciso ter força É preciso ter raça É preciso ter gana sempre Quem traz no corpo a marca Maria, Maria Mistura a dor e a alegria... Mas é preciso ter ...

SETEMBRO AMARELO A CANÇÃO DO SUICIDA

  RANIER MARIA RILKE Só mais um momento. Que voltem sempre a cortar-me a corda. Há pouco estava tão preparado e havia já um pouco de eternidade nas minhas entranhas. Estendem-me a colher, esta colher de vida. Não, quero e já não quero, deixem-me vomitar sobre mim. Sei que a vida é boa e que o ...

As mãos do meu pai

Mário Quintana As tuas mãos tem grossas veias como cordas azuis  sobre um fundo de manchas já cor de terra — como são belas as tuas mãos — pelo quanto lidaram, acariciaram ou fremiram na nobre cólera dos justos... Porque há nas tuas mãos, meu velho pai, essa beleza que se chama simplesmente vida. E, ...

O que grandes autores falam sobre o AMOR?

  Para Viver um Grande Amor Carlos Drummond de Andrade “É preciso abrir todas as portas que fecham o coração. Quebrar barreiras construídas ao longo do tempo, Por amores do passado que foram em vão É preciso muita renúncia em ser e mudança no pensar. É preciso não esquecer que ninguém vem ...

O Amor segundo (seguindo) três grandes autoras

O amor é cantado, contado e pensado por grandes (e pequenas) escritoras. Esta é apenas uma amostra da riqueza da literatura brasileira. Vamos acompanhar o que dizem três das mais expressivas escritoras.   Lya Luft “O amor nos tira o sono, nos tira do sério, tira o tapete debaixo dos nossos pés, faz com ...

MINHA MÃE

Vinicius de Moraes Minha mãe, minha mãe, eu tenho medo Tenho medo da vida, minha mãe. Canta a doce cantiga que cantavas Quando eu corria doido ao teu regaço Com medo dos fantasmas do telhado. Nina o meu sono cheio de inquietude Batendo de levinho no meu braço Que estou com muito medo, minha mãe. Repousa a ...

TENHO TANTO SENTIMENTO

Fernando Pessoa   Tenho tanto sentimento Que é frequente persuadir-me De que sou sentimental, Mas reconheço, ao medir-me, Que tudo isso é pensamento, Que não senti afinal. Temos, todos que vivemos, Uma vida que é vivida E outra vida que é pensada, E a única vida que temos É essa que é ...