logo

FEVEREIRO/ O SOFRIMENTO NÃO TEM PREÇO

ENTRE PEDREGULHOS SOBRE UMA LINHA DE TREM ESTÁ UMA ROSA VERMELHA

ESTAMOS VIVENDO UM DOS PIORES MOMENTOS DE NOSSAS VIDAS, CONSIDERANDO O COLETIVO.

A TRAGÉDIA DE BRUMADINHO ESTÁ TRAZENDO MUITO SOFRIMENTO PARA NÓS, COMO UM TODO, E , ESPECIALMENTE, PARA CENTENAS DE FAMÍLIAS QUE PERDERAM ENTES QUERIDOS, SUAS CASAS, SEU ESPAÇO DE LAZER, SUAS HORTAS, SEUS QUINTAIS, SUA FONTE DE RENDA E, ACIMA DE TUDO, A ESPERANÇA DE DIAS MELHORES.

QUANDO O PRESIDENTE DA VALE PROPÕE UMA ‘DOAÇÃO’ DE R$100.000,00 REAIS PARA AS VÍTIMAS, FICA-SE A INDIGNAÇÃO. COMO?! A VIDA E O SOFRIMENTO TÊM UM PREÇO?!

NÃO, O SOFRIMENTO NÃO TEM PREÇO. E ESTA DOR VAI MARCAR PARA SEMPRE NOSSAS VIDAS.

O QUE É ALGUMAS CENTENAS DE 100.000,00 PARA O IMPÉRIO CONSTRUÍDO PELA VALE? O PRINCIPAL, ELA NÃO CONSTRUIU: O RESPEITO PELA VIDA HUMANA, O RESPEITO PELO OUTRO.

PARA TODOS QUE PERDERAM BENS MATERIAIS E HUMANOS, MILTON NASCIMENTO FALA POR MIM:
"Com tanto amor/ Com tanta emoção. .. Nada a temer senão o correr da luta /
Nada a fazer senão esquecer o medo... /A vida me fez assim..."

É O MOMENTO DA LUTA, LUTA PELA VIDA, LUTA PARA SUPERAR A DOR DA PERDA, LUTA PARA RECONSTRUIR SUAS VIDAS APESAR DOS ENTRAVES, QUE SEMPRE SURGEM NESTES MOMENTOS.



Deixe uma resposta