logo

JANEIRO MÊS DA ESPERANÇA E DOS SONHOS

Tânia Nogueira

       “Sonhar o sonho impossível, Sofrer a angústia implacável,
Pisar onde os bravos não ousam, Reparar o mal irreparável,
Amar um amor casto à distância, Enfrentar o inimigo invencível,
Tentar quando as forças se esvaem, Alcançar a estrela inatingível:
Essa é a minha busca.”  
Don Quixote

Ano novo, vida nova!!! Por mais que saibamos que a “vida continua” a virada do ano tem um efeito mágico que nos leva a acreditar que poderemos ser mais felizes.  Quem não quer ter um ano melhor do que o que passou? Todos nós temos algum aspecto da vida que poderia ser melhor ou  temos planos para realizarmos algo que não foi possível.  Daí a esperança de que algo de bom aconteça, seja por seus méritos e/ou mesmo por acaso.

A esperança não é apenas uma certeza que me consola, é também uma chama que   me estimula e incentiva. Não é ficar á espera. É fazer o que se espera.” GANDHI

Para mudar algo na vida é preciso agir em direção às suas metas e desejos e não ficar esperando que o outro faça algo por você, que o outro mude, ou contar com a sorte (algo que  vem de fora e eu não tenho controle).  É preciso tomar as rédeas de sua vida com suas próprias mãos. Portanto Esperança é Ação e não esperar com ansiedade ( esperança/esperar com ânsia?!).

 “Enquanto houver um louco, um poeta e um amante haverá sonho, amor e fantasia. E enquanto houver sonho, amor e fantasia, haverá esperança.”

Qual a relação entre esperança e sonhos?

É preciso sonhar para ter esperança. O sonho pode parecer algo utópico, inalcançável, mas somente se pode sonhar aquilo que faz parte das metas que você  estabelece para sua vida. Os seus projetos de vida. Quem projeta não espera pelo acaso, mas age em função de suas metas. Só projeta quem tem esperança e só tem esperança quem sonha com um viver melhor para si e para o mundo  ao seu redor.

Sonhar, por exemplo, que o caos social, político e ético no qual estamos atolados possa se transformar em dias melhores é ter esperança de que podemos todos juntos plantar e colher frutos do nosso fazer diante da indignação que nos acompanha. Acreditar que não estamos buscando uma estrela inatingível e que podemos gritar bem alto:

SONHAR É PRECISO, FAZER É POSSÍVEL!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.