logo

Mulher, Sedução & ARTE

Tânia Nogueira

Ser mulher/Simplesmente mulher é uma arte – a arte ao  usar da sua feminilidade e sensibilidade para encantar o mundo ao seu redor e de galgar caminhos, até algum tempo atrás, inimagináveis. A sedução,também, é uma arte – a arte de encantar o outro e conquistar o que deseja, sendo a sensualidade um dos seus componentes. A sedução é inerente a qualquer obra de arte. O que é considerado arte  tem, sempre, um quê de mágico, que fascina e  que se caracteriza como obra de arte, seja na forma de filme, de música, literatura, poesia, escultura,  teatro, dança, artes plásticas, fotografia, etc. O objetivo é mostrar, aqui, como a mulher, a sedução e a arte andam de mãos dadas.

Desde sempre, a mulher é cantada e contada através de várias formas de expressão artística. Entre estas, destacamos a música, a literatura, o cinema e a pintura.Por exemplo, na música, a mulher aparece como sendo, desde Amélia (Mário Lago) à Geni (Chico Buarque), passando por Maria, Maria (Milton Nascimento). Quem não se lembra, na literatura, de Helena (Machado de Assis), Iracema (José de Alencar) e Gabriela, cravo e canela (Jorge Amado)? No cinema, a sedutora Marilyn  Monroe, em 1955, perpetuou a cena em que ela, de forma sensual, tenta cobrir suas pernas quando seu vestido cor de marfim  é levantado na rua pelo jato do respiradouro do metrô na calçada. Esta cena se tornou um ícone da cinematografia mundial. Mas, é na pintura ( em tela à óleo ou tinta) que vamos encontrar, um maior número de obras que retratam  mulheres  sensuais e  sedutoras.  Nas telas, a mulher é vista desde uma forma suave, delicada e sedutora até à sensualidade escancarada e envolvente, quase que perigosa.

Na pintura de mulheres sensuais e sedutoras podem ser citados pintores clássicos que, em algum momento, pintaram mulheres, tais como Renoir, Edourde Manet, Mongliani, Van Gogh, Picasso e

 

Pierre- Auguste-Renoir (1841-1919)

algumas  pintoras, entre elas estão: Tarsila do Amaral, Anita Mafaltti e a mexicana Frida Karlo(entre outras mulheres estão seus autorretratos)

                                                      Frida Karla – coluna partida

 

Di Cavalcanti é um dos pintores que aborda a sedução através de suas mulheres, mulatas e mestiças, todas elas, sensuais, coloridas e sedutoras. Este pintor brasileiro, que estava à frente de seu tempo, com sua  concepção de que   a arte tem um papel de engajamento social. Quem não se encanta com as mulheres de Di Cavalcanti?!

Também são fascinantes, obras, que descobri, a pouco tempo, de artistas que, pelo mundo afora, pintam mulheres sensuais e sedutoras. Essa pesquisa foi realizada em alguns blogs* que, em si, são sedutores e  instigantes.Os artistas, que são apresentados, são pouco conhecido pelo público em geral.

Sem a pretensão de aprofundar neste tema tão rico, serão apresentados quatro nomes de artistas e exemplos de suas telas.A escolha, em um universo de possibilidades, foi pelo impacto que me causaram ao entrar em contato com a imagem de suas obras.

*Serge   Mashennikov (russo) considerado o pintor da beleza feminina,

nasceu na Rússia em 1971. As pinturas a óleo  são capazes de capturar a beleza

feminina de uma forma  delicada, bela e sedutora. “Suas peças são conhecidas

por despertar o lado protetor dos homens ao verem, deixando-os então com

vontade de abraçar e cuidar das mulheres”. (Imagem ao lado)

*Hamish BlaKely  (britanico, nascido em 1968) usa de um sedutor jogo de luzes e sombras para representar

a mulher e seu parceiro em um salão de dança, onde predominam movimentos sensuais.

                                                            Hamish BlaKely “I.am.you”

Este artista, também, mostra algumas pinturas com cenas sensuais de dança, em que aparecem belas mulheres que não estão nuas, mas se insinuam deixando apenas parte das costas e/ou ombro, o que faz mexer com a imaginação e daí toda magia e sedução das obras..


  •                                                                  Hamish BlaKely – Butterfly

*Paul Kelley é um artista canadense, nascido na Nova Escócia em 1955.  Suas telas são poderosas e sensuais. Sua obra, realizada, segundo seus admiradores, com o coração e o olho, revelam o que ele chama de sutil diferença entre a “beleza sensual” e o “erotismo sexual”.

                                               Paul Kelley

*Damian Klaczkiewicz (polonês), usa acrílico sobre tela, para produzir  pinturas de mulheres em pose, mas com um toque de sensualidade.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Damian Klaczkiewicz – mulher de costa e mulheres 06

 

Estes são, apenas, exemplos de artistas, que pintam mulheres sedutoras. Vários artistas podem ser citados, entre eles, Amy Judd, Luis Royo, Renata Domeglask, Richard White, Gary Stephan George, os contemporâneos: Vicente Romero Redondo, Alan Ayers, Daniel Greene, além de dezenas de outros grandes pintores.

 

Considerações Finais

Diante da beleza destas pinturas (mesmo que em imagens), alguns (homens e mulheres), considerando os valores da sociedade contemporânea, diriam que “Não basta ser mulher: tem que ser bela, sensual e sedutora”. No entanto, a beleza dos textos aqui publicados e tantos outros que encontramos sobre o tópico SER MULHER É…, nos permite, com convicção, afirmar  que toda e qualquer mulher, com seu jeito próprio de ser, tem um quê de BELA, SENSUAL e SEDUTORA.

 

Dados importantes

*As imagens e os textos (adaptados) fazem parte dos blogs“Estou sem criatividade para bolar um título bacana”,  “Arte e Humor de Mulher”,” Obvious.com”.

*Paul Kelley in www.tuttartpitturasculturapoesiamusica.com/2011/paulkelley-canadian.html

 Vale a pena ir até estes  sites e blogs e conhecer aspectos fascinantes da arte, que revela a beleza, sensualidade  e sedução da mulher.

Imagem destacada: Di Cavalcanti. Cinco Moças de Guaratinguetá (1930)

 

 

 

 

 

 

 

 

 



Deixe uma resposta