logo

O QUE É O AMOR?

 

 Tânia Nogueira

 

De repente, me dei conta que não sei definir o amor. Pergunto e ninguém tem resposta. Quem saberia? Nem os poetas, e, muito menos os cientistas. Será que o amor não é para ser definido, mas para ser sentido?!

O fato é que mesmo sem definir o amor, muitos dizem que o amor muda as pessoas, algo dentro delas se renova e o mundo fica mais colorido. Alguns trechos da letra cantada por Arlindo Cruz: “O que é o Amor”, ilustra isto:

“O que é o amor?
Se perguntar o que é o amor pra mim
Não sei responder
Não sei explicar
Mas sei que o amor nasceu dentro de mim
Me fez renascer, me fez despertar.

Até hoje ninguém conseguiu definir o que é o amor
Quando a gente ama, brilha mais que o sol
É muita luz, é emoção
O amor”

 

O termo amor é muito amplo. Mas, mesmo sem saber dizer o que é o amor, podemos dizer o que não é amor. Amor não é submissão. Amor não é paixão. Amor não é simbiose. Amor não é dependência. Amor não é salvação. Amor não é apego.

Durante muitas gerações se falou em amor eterno (“e foram felizes para sempre”), até que Vinicius de Moraes veio e disse: “O amor é eterno, enquanto dure”. Desde, então, o amor se tornou líquido e é tratado como algo efêmero, que dilui no tempo. A relação amorosa se tornou descartável e logo, o (a) parceiro (a) é substituído (a).

Tendo, ou não, o nome de Amor, o que, todos nós, homens e mulheres, queremos no relacionamento afetivo? A resposta é simples e complexa ao mesmo tempo. O que queremos?  Queremos companheirismo, respeito, lealdade, saber lidar com as diferenças, carinho, constante e fortes emoções e, de preferência, com a data de validade “para sempre”.

Na relação amorosa é possível vivenciar amores platônicos, amores românticos, amores proibidos e outros tipos de amor. Mas o que é o amor? Como reconhecer que se é amado e/ou que se ama?

Esta é apenas uma introdução e uma provocação para que possamos discutir diversos aspectos que envolvem os relacionamentos hetero e homo afetivos.

 

Este texto (com algumas alterações) foi  postado em junho 2015. Reaparece aqui, no dia dos namorados, para que possamos nos perguntar : O QUE É O AMOR?

Imagem Pixabay

 

 

 



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.