logo

O SIGNIFICADO DE SER MULHER

Monica Blenda Biaggio/Psicóloga

A princípio acreditei ser fácil escrever sobre o tema ‘ser mulher’. Como eu me definiria, o que eu já havia lido sobre outras mulheres falando sobre si. O tempo foi passando, as palavras não vinham ou se misturavam em diferentes pensamentos e escrever sobre ‘ser mulher’ foi se complicando. Ser mulher, ser como mulher, mulher como ser, sobre qual perspectiva poderia escrever. Por fim, conclui que poderia começar pelo significado da palavra mulher. Segundo o dicionário Aurélio, mulherdo latim muliere, substantivo feminino, é “o ser humano do sexo feminino”. E qual o significado de feminino? Segundo o mesmo dicionário, feminino é um adjetivo e se refere “ao sexo caracterizado pelo ovário nos animais e nas plantas”. Neste caso então, mulher é definida pelo sexo biológico, de acordo com a genitália, cromossomos, ovários e hormônios.  Concordo, estes são traços sexuais femininos, mas não abrangem tudo sobre mim.

Continuo no mesmo dicionário e busco outras definições para mulher: “mulher é dotada das chamadas qualidades e sentimentos femininos (carinho, compreensão, dedicação ao lar e à família, intuição)”; “amante, companheira, concubina”; “dona”. Isto me induz a pensar que o sexo masculino é privado de compreensão, de carinho ou dedicação. Estes atributos ditos femininos me confundiram. O homem com estas qualidades são femininos e mulheres sem estas qualidades são masculinas?E quanto à definição “dona”.  Dona com a ideia de posse, mas posse do que? Posse das qualidades e sentimentos ditos femininos? Então, a mulher que se dedica a sua profissão, não constitui família, não é compreensiva perde a característica que a define? Muito confuso.

Retorno à explicação de feminino e encontro “gênero feminino”.  Será que esta definição está se referindo aidentidade de gênero, a expressão de gênero ou a ambos. Ao falar de gênero estou entrando numa questão que nem tudo parece tão claro, pois as fronteiras entre mulher/feminino e homem/masculino deixaram de ser linearese binárias.

Identidade de gênerodiz respeito ao senso interno e profundo que a pessoa tem sobre quem é, identifica-se como mulher, como homem ou se identifica simultaneamente com homens ou mulheres ou com nenhum deles. Considerando esta descrição de identidade, se a pessoa se identifica com o sexo de nascença é cisgênero, se não se identifica é transgênero.  Dois de vários outros termos para representar o vasto espectro de palavras para se falar de identidades.

Segênero se refere à expressão de gênero estamos nos referindo às roupas, aoscomportamentos, a linguagem ou quaisquer outras maneiras que a cultura associa às mulheres, aos homens ou à mistura de características masculinas e femininas.

Com tantos e diferentes conceitos e explicações a considerar, como falar do que é ser mulher, do ser como mulher em diferentes culturas, economias e momentos na história. Prefiro imaginar a mulher como ser, ser humano,com todas as qualidades e características do existir. Se pensar na palavra ‘ser’ como verbo, retorno a ideia do significado. Entre os diferentes significados do verbo, tais como: existir; pertencer; estar; tornar-se,encontro a explicação queeste verbo pode funcionar como ligação do atributo ao sujeito. Mulher como ‘sujeito’ do seu destino, de suas decisões, das escolhas de formas de expressão.

Para terminar busco nas palavras de Simone de Beauvior, que nos anos 40 do século 20 discutia a inferiorização do sexo feminino e as desigualdades sociais entre os gêneros, um bom reinício para pensar o que é ‘ser mulher’: “Mulher é uma construção social e cultural” e “Ninguém nasce mulher, mas torna-se mulher”.



Deixe uma resposta